Jardim dos Mestres

A Cerimônia do Perdão

A primeira ordem fundada por São Francisco de Assis foi a Ordem dos Frades Menores. Os frades amavam-se, serviam uns aos outros e estavam prontos a dar a vida pelo outro. Os que deveriam mandar procuravam ser os mais humildes, procuravam ser os servidores dos demais, que nunca criticavam o superior.

Pediam perdão uns aos outros sempre que dissessem, pensassem ou agissem mal.

Em comunidades monásticas existe a cerimônia do perdão, que consiste basicamente em confessar publicamente um defeito, um erro e pedir perdão. Infelizmente isso é impraticável na vida comum. Porém, podemos confessar nossos defeitos e erros e pedir perdão à nossa Divina Mãe todos os dias; se nosso arrependimento for sincero poderemos ser perdoados.

Repetir algumas vezes uma fórmula de oração de forma mecânica acreditando que assim podemos ser perdoados por nossos erros, por nossos pecados, é um engano. Penitências também pouco adiantam, flagelar-se ou jejuar são coisas fáceis, difícil mesmo é negar a si mesmo, renunciar ao sofrimento, as emoções negativas, aos prazeres. Negar a si mesmo é a verdadeira penitência. Enquanto não houver um arrependimento sincero e enquanto as sementes dos pecados, nossos demônios internos, não forem eliminados, não poderá haver perdão.


0   Respostas em A Cerimônia do Perdão

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *