Jardim dos Mestres

A Gratidão

A gratidão nasce do reconhecimento, da satisfação, da aceitação, do contentamento, da devoção, da fé, da entrega. Gratidão é um caminho para desenvolver o amor. A gratidão se mostra em fatos concretos, ações, atitudes. Expressar gratidão é mais benéfico para a própria pessoa do que para os outros.

Cobramos dos outros uma gratidão que não temos. Somos incapazes de sentir a verdadeira gratidão. Nossos julgamentos, reclamações e críticas demonstram nossa falta de gratidão. A inveja é um defeito que esconde muita ingratidão e falta de contentamento.

Não temos contentamento, ao invés de agradecermos pelo que tivemos, nós lamentamos o que não vamos ter, ao invés de agradecermos pelo real e concreto que vivemos, nós lagratitudementamos pelas fantasias que não vamos viver.

O orgulho e a vaidade nos impedem de percebermos o quanto deveríamos expressar gratidão. Acreditamo-nos responsáveis por tudo aquilo que nos acontece de bom e culpamos os outros por tudo aquilo que nos acontece de ruim.

Quando nos sentimos gratos por uma ação feita por outrem, retribuímos com alegria, sentimos um sentimento inexplicável de gratidão. Da mesma forma, se percebêssemos tudo o que a Divindade nos dá a todo instante, seríamos constantemente gratos.

Não estamos na graça de Deus, não percebemos estar na graça de Deus, não sentimos a consolação Divina por não nos acharmos ou nos percebermos consolados; por não nos acharmos ou nos percebermos em graça. Se nos percebêssemos na graça de Deus, seríamos profundamente gratos e teríamos alegria, felicidade, contentamento, paz e tranquilidade.


0   Respostas em A Gratidão

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *