Jardim dos Mestres

A Morte Mística

“… é morrendo que se vive para vida eterna…”

O falso cristão é aquele que acredita que conhecer a história do Cristo e acreditar nela, o torna um verdadeiro cristão. É inseguro e ignorante quanto à sua crença, pois não passa de uma crença. Ele tenta autoafirmar-se, chama de herege todo aquele que tiver uma opinião diferente da sua e facilmente entra em conflito por causa de divergência de opiniões.

O falso cristão parece piedoso, porém está apenas buscando recompensa, reconhecimento. Não segue o Cristo, não imita o Cristo. Vive apenas de teorias, de intelectualismo. Suas ações contradizem sua crença.

Conhecer a história do Cristo e acreditar nela, não pode tornar-nos verdadeiros cristãos. O verdadeiro cristão vive a doutrina em fatos concretos, imita o Cristo, segue o exemplo do Cristo.

O falso cristão acredita que a sua religião é melhor do que as demais. O verdadeiro cristão está além das seitas, pois traz a Igreja dentro de si. Por compreender a sua religião, compreende também as demais e por isso não entra em brigas por causa de opiniões divergentes.

A frequência constante em rituais puramente externos não nos torna verdadeiros cristãos. É pela perfeição que se pode identificar o verdadeiro cristão. Esta perfeição só pode ser obtida com a morte mística, com a eliminação de nossos defeitos.


0   Respostas em A Morte Mística

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *