Jardim dos Mestres

Krishna e Narada

Uma vez Narada foi até o senhor Krishna. Ele queria que Krishna lhe ensinasse sobre Maya. “Krishna, por favor eu quero entender Maya, me explique por favor”. Krishna disse: “Narada, Maya não pode ser explicada. Você só pode compreendê-la através da experiência. Venha comigo”.

Então Krishna chamou Narada e eles foram para um deserto. Narada ficou confuso, porque pensou que Maya era o mundo e o mundo era onde estavam as pessoas. Ali ele começou a se distanciar da confiança em Krishna. Quando ele começou a julgar o método que Krishna estava usando.

De repente Krishna começou a se sentir sufocado e pediu que Narada fosse buscar um pouco de água para ele.

Então Narada saiu em busca da água e  logo avistou um poço. Lá havia uma moça. Ele foi pegar a água, mas olhou para a moça que era muito bonita. Ele perguntou a ela: “eu posso pegar água neste posso?” E ela disse: “claro!”.

Ali ele se encantou e então não conseguia mais tirar ela de sua mente. Foi tão intenso o encantamento que ele foi atrás dela e quando eles chegaram na vila, lá estava o pai dela esperando. “O que você quer forasteiro?”, disse o homem para Narada. Então ele disse que queria se casar com a filha dele. Ele respondeu: “casar com a minha filha significa assumir responsabilidades. Eu já sou um homem velho, logo deixarei este corpo. Se você quer casar com minha filha você vai ter que assumir meu trabalho, esta é a condição”. Narada pensou: “só isso para casar com aquela Deusa? Ok, aceito“!

Então, houve um lindo casamento e Narada foi abençoado com cinco filhos. Seu sogro morreu e ele começou a tomar conta da vila e se revelou um grande administrador. Nunca a vila foi tão próspera. Narada estava no ápice de sua vida, no clímax do sucesso, quando aconteceu uma tragédia. Uma inundação cobriu a vila.

Narada tentou salvar seus filhos e esposa, conseguiu um barco, mas o barco virou. Todos estavam desesperados chamando por ele, que tentando salvar a todos,  foi perdendo um por um. Narada entrou no mais profundo desespero e começou a orar. Então ouviu uma voz assim: “Narada, onde está minha água?” Então ele se lembrou de Krishna e disse: por favor, senhor Krishna traga minha mulher e meus filhos de volta. Krishna disse: “Acorde Narada, nunca houve mulher ou filhos, isso é Maya.”


17 de junho de 2012

2   Respostas em Krishna e Narada

  1. Anderson disse:

    Magnífico, me causou um choque de consciência profundo!

  2. Albérico disse:

    Então Narada estava sonhando? Foi o fascínio da beleza daquela mulher que fez ele começar a sonhar?

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *