Jardim dos Mestres

O Eremita e sua Cela

No Pentecostes de 1217, ocorre a primeira assembléia geral da Ordem dos Frades Menores, criada por São Francisco de Assis. O número de frades reunidos era bem grande e o Abençoado Francisco temeu falar, temeu a rejeição. Mas, logo percebeu seus medos, orgulhos e vaidades e, seguindo o seu próprio ideal, foi adiante, pronto para receber quaisquer opróbrios com alegria, sabendo que isso seria melhor para sua alma do que a exaltação.

Nesta assembléia, o Santo de Assis designou um grupo de frades para cada uma das províncias conhecidas: Alemanha, Hungria, França e Espanha.

Depois, para servir de exemplo, suportar as mesmas tribulações e dar força aos missionários, decidiu ir para França. Então, despediu-se dos missionários dizendo: “Em nome de Deus, ide dois a dois. Andai pelas ruas, dois a dois, humildemente, modestamente, em absoluto silêncio, sobre tudo de manhã, até depois da terça , rezando a Deus nos vossos corações: e não troqueis palavras inúteis. Mesmo pelas estradas, conversai humildemente e honestamente como se estivessem em um eremitério ou numa cela. Irmão corpo é a cela e a alma o eremita que aí mora para rezar ao Senhor. Se a alma está inquieta na cela que Deus lhe deu, não encontrará recolhimento em nenhuma cela de mosteiro feito por mãos humanas”


0   Respostas em O Eremita e sua Cela

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *