Jardim dos Mestres

Disciplina

Disciplina é a observância estrita de uma regra, regulamento, procedimento. Disciplina é respeito, obediência, ordem.

Ser disciplinado é ser capaz de respeitar, de seguir uma regra, um procedimento, uma ordem. Ser disciplinado é ser capaz de sustentar a frequência das práticas, é ser capaz de manter a sequência dos exercícios determinados.

Precisamos nos auto-educar e para tanto é muito importante ter disciplina. Não uma disciplina qualquer. Mas, sim, uma disciplina auto-imposta, voluntária.  A virtude da disciplina desenvolve-se gradualmente.

A espiritualidade é vivida basicamente de duas formas: nas práticas espirituais, sejam elas passivas ou ativas, e no viver diário, precisamos colocar em prática a espiritualidade, precisamos viver a espiritualidade em fatos.

É preciso saber que sem uma disciplina de práticas espirituais, não conseguiremos mudança alguma. Se quisermos realmente seguir um caminho, deveremos dedicar algum tempo para práticas espirituais.

Muitas são as práticas que podem ser feitas e cada um deve escolher aquelas com as quais sente maior afinidade. Entretanto, não se deve ficar trocando de prática a todo momento, se realmente queremos obter resultados.

Os afazeres da vida diária nos tomam muito tempo. A vida, principalmente nas cidades grandes, vem se tornando cada vez mais complexa, consumindo cada vez mais o tempo, a saúde e a energia das pessoas.

Contudo, se realmente quereremos seguir um caminho, então precisamos analisar as nossas prioridades, renunciar, abandonar o que é inútil ou prejudicial para a vida espiritual e passar a viver em maior equilíbrio.

Não precisamos e nem devemos abandonar tudo para seguir um caminho espiritual, acreditando que precisamos de mais tempo para práticas, pois certamente não vamos utilizar corretamente todo este tempo.

Se analisarmos, com sinceridade, tudo o que fazemos em nosso dia a dia, logo poderemos perceber uma série de atividades, de hábitos, que podemos abandonar. Desta forma a vida se torna mais simples e o tempo, necessário para as práticas, aparece.

Para este tempo criamos uma sequência de exercícios espirituais, que devemos seguir com disciplina, seriedade, firmeza e responsabilidade, até que os resultados sejam obtidos e precisemos passar para práticas mais avançadas ou até o fim de nossos dias.

Não devemos começar com uma prática muito extensa, devemos iniciar com pouco e ir aumentando gradualmente, pois como não temos costume em fazer estas práticas, vamos enfrentar várias resistências internas. Se quisermos começar com uma prática muito grande, extensa, logo seremos devorados por nossas próprias resistências internas e fracassaremos.

Isso de disciplina não pode ser visto como obrigação, não pode haver pressão, as práticas devem ser feitas com contentamento e com uma certa felicidade.


0   Respostas em Disciplina

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *