Jardim dos Mestres

Assim como acreditamos saber o que se passa conosco, também acreditamos saber o que estamos fazendo. Porém, não existe nada mais absurdo, pois o fato é que todas as nossas ações são executadas de forma mecânica, sem atenção, sem consciência.

No estado adormecido em que estamos, fazemos tudo de forma inconsciente, mecânica, fazemos porque aprendemos.

Comemos, mas não temos a consciência de que estamos comendo. Andamos, mas não temos a consciência de que estamos andando. Olhamos os outros, mas não temos a consciência de que estamos olhando. Vestimo-nos, mas não temos a consciência de que estamos nos vestindo.

Na grande maioria das vezes, enquanto estamos fazendo uma coisa estamos pensando em outra, nossas mentes estão distantes, estão viajando. Outras vezes, nossas mentes estão julgando ou criticando o objeto. Por isso é dito: quando estiver andando, ande, ande, ande; quando estiver se vestindo, simplesmente se vista.

Manter a atenção no objeto significa observar todos aqueles objetos ou representações que chegam às nossas mentes através dos sentidos


20 de janeiro de 2013

0   Respostas em Objeto

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *